segunda-feira, 24 de março de 2008

Smells like Esteva


Se pudesse trazia sempre comigo uma garrafita com aquele cheiro único a esteva...
Este fim de semana armazenei na minha caixa de cheiros psicológicos e altamente nostálgicos, este mesmo perfume selvagem...onde se juntam o cheiro a praia bem cedo pela manhã, o cheiro a chocolate quente, o cheiro das brisas de finais de tarde de verão, a terra molhada nos primeiros dias de chuva... entre outros fantásticos..
Este particular cheiro a esteva faz parte de um único cenário que encontro sempre nas terras mágicas da Costa Vicentina... Paraíso do qual gosto de dizer que faço parte. Nem que seja pelo facto de amar o sítio e sentir que há qualquer coisa de sagrado que me faz voltar sempre que posso.
Não me canso de publicitar, mas alerto sempre... porque é certo que tal como outros paraísos... poderá estar em vias de se extinguir.. Por enquanto é paisagem protegida e não há pato bravo que consiga construir por lá... apesar das pressões economicistas e de ser um potencial alvo de investimento... e depois porque o vizinho "Algarve" está a rebentar pelas costuras e já não há espaço para mais aldeamentos e condomínios de luxo ou pseudo-luxo...
A costa vicentina faz parte de mim, faz parte dos meus sonhos e das minhas necessidades de fuga à loucura das nossas rotinas.
Para quem procura silêncio, paz e bons cheiros psicológicos para coleccionar, podem fazer esse favor a vós mesmos e rumar a sul (pela A2 pode ser...), virar à direita e seguir até ao km 0 da famosa Via do Infante... A rotunda que se encontra faz-nos virar para Aljezur. Abram as janelas do carro e deixem-se "encantar" pelo perfume da esteva... essa erva rasteira que faz milagres por mim e por quem, como eu, se apaixona por lá...

1 comentário:

Elsa disse...

Oh Martinha! Concordo contigo!
Se pudesse trazia sempre comigo uma garrafita com aquele cheiro único a esteva...de preferência de 2003, que foi uma das melhores colheitas!
O problema aqui é que o cheiro, apesar de enebriante, não é tão agradável como o das Estevas da Costa Vicentina...e provoca mau hálito ;)
Assim que a tua actual condição o permitir, vamos brindar á bela da vida com uma bela garrafa de Esteva!